Ler é Viver (Outras Vidas) - De 9 a 13 de maio de 2017

terça-feira, 28 de março de 2017

Às março 28, 2017 por Livros aOeste   Sem comentários

Nasceu em Lourenço Marques, Moçambique, hoje Maputo, em 1963. Após a independência de Moçambique, em 1975, rumou a Portugal, incorporando o contingente de retornados. Foi jornalista no Diário de Notícias e é professora de Português. Estudou Línguas e Literaturas Lusófonas, Sociologia das Religiões e Questões de Género. Publicou os seus primeiros textos no extinto suplemento DN Jovem, do Diário de Notícias, em 1983.


É autora de Conto É Como Quem Diz (Odivelas: Europress, 1988), novela então assinada como Isabel Almeida Santos, que recebeu o primeiro prémio da Mostra Portuguesa de Artes e Ideias, em 1988, e de Caderno de Memórias Coloniais, cuja primeira edição data de 2009. Escreve regularmente no blogue Novo Mundo. Desenvolve workshops de escrita criativa e participa em seminários e conferências sobre as suas principais áreas de interesse: estratégias de poder, de exclusão/inclusão, colonialismo dos territórios, géneros, corpo, culturas e espécies. Em 2002 publicou um trabalho académico, Variação Linguística em Espaço Rural - A vogal [ü] numa comunidade do Baixo Mondego e, em 2016, viu o seu romance A Gorda ser unanimemente considerado como um dos melhores livros do ano.

0 comentários:

Enviar um comentário